? Dado Villa-Lobos (guitarrista) | Curso de Guitarra Online - Guitar Express

Dado Villa-Lobos (guitarrista)

Dado Villa-Lobos

 

Aprenda a tocar o riff de Tempo Perdido aqui 

Marcelo Naudi - De que forma você aprendeu a tocar guitarra e como foi seu desenvolvimento?
Dado - Aprendi, acho que como todos meus contemporâneos, tirando “Smoke on the Water e “Stairway to Heaven” no violão”...

Marcelo Naudi - Qual o som que mais influenciou o seu trabalho como guitarrista? Tem algum guitarrista preferido?
Dado - Na guitarra tudo acabou vindo com Johnny Ramone dos Ramones, 1979, e então vieram Andy Gill do Gang of four, Robert Smith do The Cure, João Gilberto, Johnny Marr, Jimmy Page, grandes guitarristas.

Marcelo Naudi - Quando você iniciou no Legião Urbana, tinha um projeto definido de trabalhar com música ou apenas pensava em tocar em alguns lugares com uma banda?
Dado - Projeto algum, a não ser fazer musica e tocar com os amigos para os amigos

Marcelo Naudi - Como era um show da Legião Urbana?
Dado - Sempre uma nova emoção!

Marcelo Naudi - Você ainda consegue descrever qual foi a sensação de tocar para pessoas que lotavam um estádio para vê-los tocar?
Dado - Não! Sei lá, muito intenso, absurdamente intenso, muito bom.

Marcelo Naudi - Quando você começou como produtor musical?
Dado - Quando criei minha gravadora Rockit! em 92, comecei produzindo um grupo aqui do Rio chamado Second Come.

Marcelo Naudi - Como foi construir um novo trabalho solo?
Dado - Foi uma nova etapa nesse universo musical, a última fronteira, um grande desafio muito positivo pra mim. Voltar a produzir no mundo “pop” , redescobrir o público e voltar a ter uma relação plena nos palcos, é sensacional.

Marcelo Naudi - Qual é a principal área em que você atua hoje: como músico, produtor musical ou dono de gravadora?
Dado - Basicamente como músico, intérprete e compositor.

Marcelo Naudi - Para um músico que se lança com uma banda, de onde vem o lucro maior: shows, composições, venda de discos?
Dado - É complicado mas basicamente, se existe demanda, os shows representam a melhor forma de se ganhar a vida se não, vale a pena compor para terceiros, filmes, TV, discos não vendem.

Marcelo Naudi - Quais equipamentos (guitarra, efeito, ampli) você utiliza em suas apresentações e quais utiliza para gravações?
Dado - Ao vivo minha fender telecaster, e meus efeitos Rotovibe, Marshall shredmaster, echopark delay e Slicer da boss. As gravações podem variar muito entre os Amplificadores, diferentes modelos de guitarra e efeitos.

Marcelo Naudi - Como produtor, teria como você dar uma dica a quem está começando um trabalho próprio com intenção de divulgar na mídia?
Dado - Crie seu Myspace, facebook, twitter e site e acredite no que faz.

Marcelo Naudi - Com a pirataria, cds já foram disponibilizados em bancas de jornais e faixas são vendidas pela internet. Atualmente, qual é a forma mais lucrativa de se lançar um trabalho?
Dado - Complicado né, o download por ora continua grátis, vale insistir em prensar CDs e vender nos shows e divulgar o trabalho nos sites de relacionamento, boas idéias são sempre bem vindas.

Marcelo Naudi - Ainda é viável buscar patrocinio para lançamento de um disco, ou é melhor tentar lançar um trabalho através de selos independentes?
Dado - Acho bom tentar as duas formas simultâneas, patrocínios e selos independentes.

Marcelo Naudi - Que projeto está desenvolvendo atualmente?
Dado - Meu novo disco, 13 novas faixas gravadas no meu estúdio com produção de Kassin e algumas participações como Chimbinha e Paralamas do sucesso

Marcelo Naudi - Algum projeto futuro?
Dado - Sempre, o futuro nos aguarda!

 

Entrevista realizada em setembro/2010

Fã-Clube Oficial Dado Villa-Lobos: www.fcdadovillalobos.com